Benefícios da linhaça para a saúde em geral

Contendo ácidos graxos essencias, minerais, vitaminas e fibras, a linhaça é um alimento funcional cheio de benefícios potenciais para a saúde.

Embora o mais comum seja que as pessoas desejem perder peso com farinha de linhaça seus benefícios vão além do obtido nos processos de emagrecimento.

Prevenção do câncer de mama

A sementinha dourada (ou marrom) da linhaça é a maior fonte alimentar de lignanas.

Lignanas, por sua vez, são uma espécie de fitoesteroide de ação semelhante à do estrógeno, que pode ajudar a repor naturalmente as taxas desse hormônio no período da menopausa.

Por este motivo a farinha de linhaça ajuda na prevenção do câncer de mama, sobretudo em mulheres que já passaram dos 40 anos.

Para quem ainda não atingiu a menopausa, o consumo da farinha de linhaça pode acalmar a ansiedade e diminuir a compulsão por doces, sobretudo durante a TPM.

Prevenção ao diabetes

A farinha de inhaça não cntém carboidratos. Isso significa que ela ajuda a normalizar a glicemia, controlando as taxas de açúcar no sangue.

Além disso, o hábito de consumir farinha de linhaça pode aumentar a sensibilidade à insulina, o que implica melhor controle da doença, ou mesmo sua prevenção em quem ainda não a desenvolveu.

Melhoria das taxas de colesterol

A farinha de linhaça atua sobre os dois tipos de colesterol — LDL e HDL — e nisso consiste um dos maiores benefícios deste alimento. Ao mesmo tempo que foi capaz de reduzir as taxas de LDL (vulgo “colesterol ruim”) ela também se mostrou capaz de aumentar as de HDL (“colesterol bom”).

O que acontece, em parte, é que a farinha de linhaça aumenta os níveis de apolipoproteína A1, justamente a maior encontrada no HDL.

Regulação da pressão arterial

Antes de mais nada, é importante dizer que ainda não há estudos específicos com a linhaça no que diz respeito ao controle da pressão arterial. Contudo, diversas pesquisas já demonstraram o potencial do ômega 3 no controle e redução da pressoão em hipertensos.

Além disso, ao colaborar com o funcionamento dos rins, favorecendo a eliminação do excesso de sódio e melhorando o balanço hídrico, a linhaça também age para uma melhora da pressão arterial.

Uma ou duas colheres de farinha de linhaça diariamente, comapnhadas de uma dieta com baixos níveis de gordura e de sódio, podem ajudar a controlar e a diminuir a pressão arterial.

Combate a inflamações

A farinha de  linhaça, especialmente a dourada, tem um grande potencial antiinflamatório devido à presença de antioxidades que evitam e combatem o estresse oxidativo. Este processo é o responsável pelo aparecimento de inflamações e uma série de doenças como artrite, colite, e outras inflamações — incluindo aí obesidade e psoríase.

Aliada do coração

Tudo o que já falamos acima — melhoria dos índices de colesterol, combate à obesidade e às inflamações, etc — a farinha de linhaça é uma das maiores amigas do coração e de todo o sistema cardiovascular. Afinal, níveis menores de colesterol e menos inflamação implicam vasos sanguíneos desobstruídos, coração sadio sem arritmias e com batimentos regularizados.

Proteção para o sistema nervoso

Como já dissemos antes, a linhaça é rica em ômega 3 e ômega 6, que são fundamentais para a formação do sistema nervoso do bebê, bem como para sua proteção e funcionamento em adultos.

Os nutrientes fornecidos pela farinha de linhaça às células cerebrais oferecem proteção contra doenças degenerativas (como Parkinson e Alzheimer), bem como combatem perda de memória e até depressão.