Chia: emagrece mais que a linhaça

  1. Farinha de Linhaça
  2. Outros Alimentos
  3. Chia: emagrece mais que a linhaça

Neste artigo vamos apresentar-lhe a chia, uma semente de origem mexicana mais eficiente que a própria linhaça nos processos de emagrecimento!

A chia tem mais fibras, mais ômega 3 e mais nutrientes (tais como cálcio, fósforo e magnésio) do que a linhaça, o que faz dela uma excelente aliada na luta contra a celulite, as doenças inflamatórias e o envelhecimento precoce. Porém, a chia não tem lignana, e não tem o mesmo efeito de proteção contra o câncer. Assim, ela se torna uma companheira da outra semente, facultando que se alterne o consumo de cada uma para não enjoar.

Embora a chia tenha a capacidade de acelerar a queima da gordura abdominal, é necessário ter o mesmo cuidado que com a linhaça em relação ao consumo em excesso, porque ambas as sementes são um tanto calóricas.

A chia pode ser encontrada na forma de semente, farinha ou óleo. Entretanto, só farinha e semente conservam as propriedades nutricionais do alimento, razão pela qual não se recomenda o consumo do óleo.

Benefícios do consumo de chia

Como já dissemos acima, a chia combate o envelhecimento precoce, as doenças inflamatórias (e nisso se inclui a obesidade), a celulite, as rugas. Ela também é ótima para acelerar o metabolismo, o que leva a uma maior queima de gordura, principalmente no abdome.

Outro importante benefício da chia é que ela reduz o apetite. Isso porque no estômago ela forma uma espécie de "gel" que faz com que a sensação de saciedade seja percebida mais rapidamente e por mais tempo.

O alto teor de fibras da chia também tem a propriedade de regular o intestino. Assim como qualquer alimento rico em fibras, para obter este benefício é necessário beber pelo menos 2 litros de água por dia — caso contrário o efeito pode ser um intestino ainda mais preguiçoso).

Não menos importante, a chia reduz os níveis de ansiedade e contribui para o combate à depressão, de acordo com pesquisas da Universidade de Ohio, nos Estados Unidos. Um dos efeitos diretos disso é o de ajudar a controlar a gula.

Como consumir a chia para obter os seus benefícios

É claro que a chia não é um alimento milagroso que as civilzações pré-colombianas nos legaram para operar milagres em nossos corpos. Não existe nenhum alimento que faça esse tipo de efeito sem que a pessoa tenha hábitos saudáveis e uma alimentação adequada.

O fato é que pelo seu sabor suave é possível adicionar a chia a praticamente qualquer outro alimento, o que a torna uma excelente opção para "engrossar" bebidas, iogurte, vitaminas. 

A principal sugestão de consumo é polvilhar as pequenas sementes logo de manhã sobre os cereais, ou salada de frutas.

Particularmente, prefiro deixar uma colher de chia de molho em um pouco de suco de uva integral (cerca de 150ml) logo antes de deitar; pela manhã as sementes terão absorvido o suco, estarão gelificadas e não se perceberá nada do sabor das sementes (que é suave, mas sou muito chata quanto ao paladar).

Ainda não experimentei deixar a chia de molho no leite desnatado, o que potencializaria seu efeito emagrecedor por causa do cálcio do leite — e nunca é demais falar que é preciso sempre respeitar quaisquer restrições impostas pelo médico ou nutricionista.

Iniciar o dia consumindo chia desta forma faz com que a gente coma menos, devido ao volume que a chia em sua forma de "gel" vai ocupar no estômago; com que tenhamos mais disposição, pois a chia fornece energia; e as fibras contidas na sementinha vão fazer o intestino trabalhar mais e melhor.